IASB comenta as novas regras contábeis para o leasing

13 de Novembro de 2015 

Economia / Em primeira mão, para uma plateia de aproximadamente cem profissionais da área de leasing, Amaro Luiz de Oliveira Gomes, membro do IASB (International Accounting Standards Board) sediado em Londres, adiantou alguns pontos das novas regras contábeis internacionais para o arrendamento mercantil previstas para entrar em vigor em janeiro de 2019.
A palestra sobre o arrendamento mercantil no Brasil e o "New Leases Standard" foi realizada ontem, dia 12, durante o evento comemorativo de 45 anos da Associação Brasileira das Empresas de Leasing (ABEL), em São Paulo.

Após quase 12 anos de discussões conjuntas com o FASB (Financial Accounting Standards Board ), o novo modelo passou por várias rodadas de discussões, inclusive com a participação da ABEL, e está agora em fase final de redação. Esse novo modelo prevê que todas as operações de leasing sejam registradas no balanço patrimonial das sociedades e estabelecerá o fim da distinção entre leasing operacional e financeiro.

A adoção de novas práticas contábeis visa aprimorar a qualidade das demonstrações financeiras e permitir a comparabilidade das informações contábeis, conferindo transparência às informações.

Hoje, segundo Amaro, a ausência de informações detalhadas das operações de leasing no balanço inviabiliza a comparabilidade. "Temos a preocupação em disponibilizar informação que seja comparável internacionalmente", afirma o membro do IASB. De um total de 140 países pesquisados pelo IASB, 116 já obrigam a adoção do padrão de normas internacionais contábeis para as empresas listadas em bolsa de valores, alinhado a uma recomendação do G-20, que reúne as maiores economias do mundo, dentre os quais inclui-se o Brasil.

Estudo desenvolvido pelo IASB com 1.022 companhias mostrou que as operações fora de balanço resultaram em passivos de longo prazo subestimados. A dívida de longo prazo dessas 1.022 companhias de US$ 6,4 bilhões subiria para US$ 8,1 bilhões se todas as operações de leasing estivessem registradas no balanço patrimonial. "Os números são absolutamente significativos", afirmou Amaro Gomes.

 

Disponível em: 

“Direito e Negócios”:  http://goo.gl/WrTxBR

 Agência “O Globo”:   http://goo.gl/psMvJs

“Nordeste News”:        http://goo.gl/LOmjoJ

“Portal SOMA”:            http://goo.gl/nw0pgb